Impotência

Causas e tratamento

O significado da palavra impotência (origem latina), que é o espantalho de milhões de homens, é literalmente “incompetência”. É o termo ao qual os médicos se referem a um conjunto de problemas na área da vida sexual – problemas com membros (ereções), ejaculação, culminação ou problemas com a libido. Se queremos falar uma linguagem mais profissional, é um problema de saúde para os homens, conhecido como disfunção erétil.

Nós falamos sobre impotência quando um homem nos anos intermediários, geralmente depois dos 50 anos, tem problemas regulares e permanentes na área íntima. O risco de disfunção erétil aumenta proporcionalmente à idade e à saúde de um homem e, claro, também depende do estilo de vida do indivíduo. Disfunção erétil ocasional , causada por uma variedade de causas, como doença, estresse, consumo excessivo de álcool, etc., é comum na vida de todo homem. A impotência em uma idade jovem é mais provável que seja uma exceção do que uma regra, por isso não é necessário fazer uma cabeça pesada de dificuldades ocasionais em conseguir a ereção. No entanto, se ocorrer na esfera íntima por falhas mais frequentes, é provável que sejam sintomas de impotência que requerem atenção.

Conhecemos dois tipos de impotência

  • primário  – ocorre raramente e causa sérios impulsos psicológicos, como medo de intimidade, ansiedade ou extremo sentimento de culpa. Homens com impotência primária nunca têm ereção suficiente para uma boa relação sexual
  • A  secção secundária é muito mais frequente. Estes são problemas de ereção que aparecem com o aumento da idade, por um período sem qualquer problema íntimo. Homens com hipotensão secundária são capazes de atingir uma ereção em cerca de 25% das relações sexuais. No entanto, este é um caso “melhor” que pode ser tratado usando  drogas de impotência ou suplementos nutricionais para apoiar a ereção .

Se você tiver impotência, adquira já estes medicamentos para combate-la:  Tesão de Vaca , Maca X Power , Power Blue ou Herus Caps .

Causas da impotência

Os desencadeantes mais comuns da impotência incluem doenças como diabetes, doença renal, hipertensão arterial, doença cardiovascular, esclerose múltipla e muitos outros. As estatísticas mostram que até 50-60% dos homens que sofrem de diabetes são impotentes.

Outras causas comuns de problemas de ereção estão a tomar medicação prescrita por médicos, danificando vitais terminações nervosas, músculos e tecidos (resultar depois da bexiga cirurgia), da próstata, ou da medula espinal, desequilíbrio hormonal, tabagismo e uso de drogas, mesmo impotência e álcool está a afetar mais de você pensa. Capítulos separados são fatores psicológicos , como estresse, medo, raiva ou problemas nos relacionamentos, finanças, trabalho e assim por diante.

Tratamento de impotência

A impotência é o tratamento mais adequado para o uso de comprimidos. A primeira opção para obter tais medicamentos é visitar um médico que, após o exame, prescreve o tratamento adequado para o paciente. Mas é um assunto relativamente estressante que pode não ser agradável para todos. Além disso, medicamentos para impotência, como Viagra ou Cialis, causam um grande número de efeitos indesejáveis. As principais limitações são doenças cardiovasculares comuns, diabetes e muitas outras que não podem ser usadas. Uma opção mais simples, mas eficaz, é usar suplementos nutricionais para a impotência que você pode comprar sem receita médica.. Existem alguns no mercado, para que todos possam escolher o que mais lhes convier. Basicamente, esta é a única opção para os homens que não podem ou não querem Viagra ou Cialis.

Na Internet, você pode comprar vários produtos ilegais que são vendidos, mesmo que ainda não tenham sido aprovados. É por isso que precisamos usar as marcas comprovadas  – Tesão de Vaca , Maca X Power , Power Blue ou Herus Caps .

Impotência em jovens pode não ser a única razão pela qual esses suplementos nutricionais são utilizados para apoiar a ereção. Estes ajudam a aumentar a libido, aumentar o pênis ou prolongar a duração da atividade sexual. Porque eles são feitos em uma base natural , efeitos colaterais causam apenas excepcionalmente, para que eles possam ser sexualmente reforçados.

Libido em baixa? Temos a solução!

Dicas sobre como aumentar a libido junto com seu parceiro!

O termo “libido” é freqüentemente usado em todas as quedas onde se fala sexo ou coabitação. A maioria da população tem uma vaga ideia do que é realmente a libido. Todos sabemos o que causa ou o que é bom, mas dificilmente podemos defini-lo. Hoje vamos olhar a libido com mais detalhes, vamos discutir o conceito e também vamos lidar com a redução da libido, especialmente as causas e como aumentar a libido.

Libido – desejo sexual e desejo sexual

Se olharmos a libido em detalhes, descobriremos que, como conceito, refere-se principalmente ao desejo sexual, apetite sexual ou instinto sexual. De uma maneira simples, poderíamos ver a libido como energia sexual . Especialmente nos homens, a libido pode ser uma parte essencial de sua natureza, mas não é a regra, pois a libido pode ser muito mais controlada por uma mulher.

Você sabe que a libido em latim se refere ao desejo ou desejo? É apenas um desejo sexual – gosto pelo sexo.

Você pode estimular a libido de maneira diferente

A libido é facilmente influenciada , é certamente uma boa notícia para todos aqueles que não têm desejo sexual no momento, e eles gostariam. Há muitas maneiras de aumentar a libido , como alimentos, psicoterapia, suplementos ou estímulos sexuais de sua contraparte.

O estado psicológico do homem, assim como a doença, tem grande influência na libido. Nas mulheres, a libido é afetada negativamente pela gravidez e pelo parto.

O desejo sexual é o tema dos hormônios

Os hormônios são cruciais para homens e mulheres. Isso é o que eles podem para o nosso desejo sexual. Aumentar ou reduzir a libido é um processo químico em nosso corpo que sempre tem um gatilho. Eu posso ser predominantemente testosterona, um hormônio sexual masculino, enquanto as mulheres são predominantemente gesto gênicas. Ao aumentar ou diminuir esse nível de hormônio, podemos trabalhar com a libido em ambos os sexos.

Causas de diminuição da libido em homens e mulheres

As causas da diminuição da libido podem ser as mesmas das mulheres. Fatores externos e internos são decisivos. Naturalmente, quando há uma diminuição significativa da libido é o envelhecimento – durante o processo de envelhecimento, a perda da libido é natural. Outro fator pode ser uma doença. Reduções significativas na libido podem até ser uma indicação de que uma pessoa está doente, mas a doença ainda não se manifestou completamente.

Com suplementos alimentares, você pode regular naturalmente o nível de libido. Você já ouviu falar dos comprimidos Herus Caps? Eles estimulam positivamente a libido e promovem a ereção masculina.

Fadiga também desempenha um papel importante na redução da libido . É completamente natural, a fadiga é um estado de exaustão física ou psicológica e, nesse estado, definitivamente não se quer sexo. Outro inimigo é o estresse, que reduz a libido e, finalmente, também pode afetar negativamente uma ereção que não é suficiente para a relação sexual.

Aumento da libido em homens

O aumento da libido nos homens pode não ser complicado. Apenas tente alguns truques e alguns deles, sem dúvida, terão grande vantagem. Um suplemento dietético desempenha um grande papel no aumento da libido e apetite por sexo. Estes produtos predominantemente naturais são feitos para maximizar o desejo masculino. Eles também podem melhorar sua ereção e aumentar seu pênis.

Uma solução favorita para problemas de libido é Maca Peruana, o que fará com que você homens novamente. Melhora a libido e aumenta a vitalidade geral.

Devido ao fato de que estes suplementos alimentares são feitos principalmente de ervas naturais, eles não causam quaisquer complicações de saúde ou efeitos colaterais, eles não são prescritivos, o que facilita muito a sua disponibilidade. A maioria dos nossos leitores está realmente feliz com esses complementos e os recomenda ainda mais. Nossa equipe editorial avalia regularmente os melhores suplementos dietéticos para aumentar a libido que você pode encontrar no mercado.

Certamente também ajuda desporto e relaxamento, ativa ou passiva . É o nosso próprio modo de vida influenciar a libido. Se você beber muito álcool, restrinja-o. Se você fuma, então melhor parar – nenhuma dessas substâncias a longo prazo não suporta a libido. Por outro lado, uma dose razoável de álcool pode ser absorvida rapidamente – mas apenas por um curto período de tempo.

Número um entre as pílulas para apoiar a libido e a ereção? O comprimido você experimentará um orgasmo cheio de orgasmos – Power Blue . Marcado pelos próprios usuários como o número um no mercado.

Como aumentar a libido das mulheres?

Libido também desempenha um grande papel nas mulheres . Se você perguntar como aumentá-lo, você geralmente pode usar as dicas que já mostramos nos homens. É importante evitar o estresse e nervosismo, porque se você está mentalmente inquieto, é difícil relaxar e se entregar à sua libido. É importante ficar em forma , praticar desporto e viver um estilo de vida saudável.

  • soltar pílulas, amortecer a libido e gosto pelo sexo
  • tente relaxar o máximo possível, aproveite a massagem erótica
  • se você é gestante, os exercícios de Kegel podem ajudá-la

Desmistificando os 12 mitos mais comuns sobre a disfunção erétil

Estamos revertendo os 12 mitos mais comuns sobre a disfunção erétil que você pode acreditar

Infelizmente, a disfunção erétil é um termo cada vez mais prevalente , não apenas no caso de gerações mais velhas, mas também em países desenvolvidos mais jovens. Ainda assim, ainda é um tabu que é enquadrado por muitos mitos que suportam uma compreensão pobre de todo o problema.

É verdade que se você falhar na cama, uma vez que você está automaticamente sofrendo de disfunção erétil? Juntos, vamos ver que bobagem sobre essa doença geralmente existe .

A disfunção erétil não é um problema insolúvel

Disfunção erétil e disfunção erétil são um grande susto para os homens. Em particular, esta é uma compreensão pobre do problema, que é profissionalmente chamado de disfunção erétil. É importante saber que a disfunção erétil não significa automaticamente disfunção erétil . Infelizmente, as ereções e seus distúrbios são repletos de muitos mitos que tentaremos refutar juntos. Muitas vezes, devido a eles, há uma má percepção do problema.

Acima de tudo, você precisa saber que a disfunção erétil não é automaticamente disfunção erétil e não é impotência. São esses três conceitos que o público em geral une e, em seguida, os erros, falsidades, mentiras e mitos sobre a disfunção erétil são criados  .

O que é disfunção erétil?

A disfunção erétil é geralmente percebida como uma incapacidade de atingir e manter a ereção peniananecessária para uma boa relação sexual. De acordo com dados médicos disponíveis, a disfunção erétil é relativamente comum, certamente não é um fenômeno único.

Por exemplo, em homens com mais de 50 anos, estima-se que o problema esteja entre 40 e 55% da população masculina, ou seja, metade. Podemos simplesmente dizer que quase todo homem está experimentando disfunção erétil.

O tratamento da disfunção erétil é necessário porque mais tarde ela pode se desenvolver em outras doenças, tipicamente, por exemplo, problemas de próstata. Por outro lado, pode ser relativamente fácil de curar, especialmente no início, por isso não atrase a visita do seu médico.

Os mitos mais comuns sobre disfunção erétil

  1. As manifestações da disfunção erétil são sempre as mesmas

Pelo contrário, a disfunção erétil é diferente para cada homem. Enquanto só se pode manifestar-se como uma incapacidade de manter uma erecção ao orgasmo, o outro pode não alcançá-lo em tudo, eo terceiro pode até chegar à primeira vista uma ereção normal, graças ao qual ele é capaz de penetrar na vagina e também trazer você e seu parceiro ao orgasmo. E, no entanto, sua ereção não é forte o suficiente para ser considerada saudável.

  1. A disfunção erétil diz respeito apenas aos homens mais velhos

Apesar de serem os homens geralmente mais velhos realmente mais propensas a ereções incômodos e disfunção eréctil, mas certamente não podemos dizer que só se aplica a homens mais velhos. Apenas recentemente, cada vez mais aparecem nas gerações mais jovens, e, geralmente, cerca de 20 anos – neste caso, no entanto, os problemas são causados ​​mais uma má condição mental ou nervosismo e sem problemas que suplementos comumente disponíveis.

Estima-se que até 70% de todos os casos de disfunção erétil são causados ​​por nervosismo, estresse excessivo ou problemas psicológicos. 

  1. Se eu tiver disfunção erétil, sofro automaticamente de disfunção erétil

Em nenhum caso, se você falhar na cama, isso não significa nada. As causas podem ser várias – desde muito estresse, passando pela fadiga física até o álcool. Até mesmo disfunção erétil ocasional pode não indicar disfunção erétil. Os problemas teriam que persistir de novo e de novo.

  1. A disfunção erétil é um distúrbio do pênis

Acima de tudo, é um distúrbio peniano, não é uma doença. Ao mesmo tempo, a disfunção erétil não significa que há algo errado com seu pênis. Influência pode ter muito mais coisas, tipicamente pressão alta demais, níveis elevados de colesterol e assim por diante. Muitas vezes, a causa pode ser bem diferente e o pênis tem pouco a ver com isso.

  1. Somente um especialista ajudará na ereção problemática e na disfunção erétil

Escusado será dizer que a visita de um especialista está completamente em vigor para a disfunção eréctil. Por outro lado, esta não é a única solução. Especialmente no caso de prevenção e manifestações iniciais de disfunção erétil, você pode muito bem ajudar com o auxílio de ereção, há uma abundância de suplementos dietéticos eficazes. O mais popular e mais eficaz é o Herus Caps .

  1. O mau estilo de vida não afeta a qualidade do sexo e não afeta o funcionamento do pênis

Falta, estilo de vida pobre afeta muitas coisas em nosso corpo e a qualidade da ereção é uma delas. Por exemplo, fumar e consumo excessivo de álcool é literalmente o “matador” da ereção. Fumar danifica os vasos sanguíneos, de modo que o sangue insuficiente pode fluir para o pênis durante a ereção, enquanto o álcool em altas doses suprime completamente a ereção.

DICA : Você sabia que um pequeno copo de álcool pode prejudicar o sexo? Intensificado ele dificulta a ereção.

  1. Disfunção erétil é apenas um bloqueio na cabeça, e um homem precisa de cuidados de um psicólogo

Pode ser mesmo, especialmente com homens mais jovens. Em seus casos, a disfunção erétil é frequentemente causada por nervosismo excessivo durante o sexo, especialmente com uma mulher estrangeira. Da mesma forma, um estado mental ruim pode impedir uma boa ereção. Por outro lado, no entanto, não precisa ser um problema causado por um bloqueio psíquico – mas nem sempre é esse o caso.

  1. Se você não tomar Viagra, então nenhum especialista irá ajudá-lo

Definitivamente não, você não precisa se preocupar. Embora seja verdade que o Viagra muitas vezes ajuda, mas resolve apenas o problema atual, ele atua a curto prazo. Por outro lado, outros suplementos dietéticos para promover a ereção têm um efeito a longo prazo, por exemplo, uma cura eficaz de Herus Caps dura pra vida toda – você sentirá a diferença. Finalmente, se alguma coisa não funciona e sua disfunção erétil é realmente grave, o médico pode prescrever uma injeção especial com base na base de prostaglandina E1 que fornecem o fluxo sanguíneo para o pênis, resultando em ereção suficiente curto prazo.

  1. Todos os medicamentos para disfunção erétil são os mesmos

Definitivamente não é verdade, é outro dos mitos. Sim, é claro, existem substâncias como o Viagra, mas há inúmeras drogas e suplementos alimentares completamente diferentes, por outro lado. A escolha é muito ampla no mercado, por isso, se um produto não funciona, outro com uma composição diferente pode ajudá-lo.

  1. Aumento da testosterona trata disfunção erétil

Tal afirmação pode ser verdadeira, mas somente se você sofre de produção excessivamente baixa de testosterona, então seu nível é insuficiente. Se o seu nível de testosterona estiver dentro da sua faixa normal, então você não será capaz de ajudá-lo excessivamente. Ao mesmo tempo, mesmo se você aumentar os níveis de testosterona de baixo para ótimo, isso não garante uma ereção muito forte e duradoura, é claro, o problema pode estar em outro lugar.

  1. Disfunção erétil não existe, apenas o seu parceiro não excita você

Sim, você pode ver tal afirmação. É claro que, com o tempo, o seu parceiro pode realmente ficar animado, mas dificilmente é o suficiente para ter uma ereção. Acredite que o problema não estará em seu parceiro, mas em você, especialmente quando os distúrbios de ereção ocorrem repetidamente.

  1. O tratamento da disfunção erétil é realizado por cirurgia

Grande erro, o pênis é composto de três corpos da parte superior do corpo, que são feitos de tecido parecido com cogumelo – muito em camadas. No caso de excitação, ela recebe sangue e assim se espalha, isto é, o aumento do pênis em volume e comprimento. No entanto, esses corpos não podem ser operados cirurgicamente, porque, em caso de danos, ficam traumatizados, o que pode levar à curvatura artificial do pênis, o que pode ser muito doloroso.

Impotência, qual o melhor tratamento natural?

Impotência

Um distúrbio de ereção, profissionalmente chamado de disfunção erétil (DE), é uma doença que manifesta uma incapacidade persistente de atingir e manter uma ereção suficiente para uma relação sexual satisfatória. Este problema está atualmente em uma tendência ascendente global.

Causas

Doença: Diabetes, doenças cardíacas e vasculares, doença neurológica – A ereção é um indicador sensível da saúde masculina e a sua desordem pode ser a primeira manifestação clínica de uma doença grave ainda latente.

Álcool Álcool em pequenas quantidades libera barreiras e promove o desejo sexual. No entanto, uma dose maior de álcool ou seu consumo regular é atenuante e diminui a capacidade de desempenho sexual e o prazer da relação sexual. Cinqüenta por cento de todos os alcoólatras são impotentes.

Fadiga A fadiga comum é uma das causas mais comuns de redução do sexo para um homem normal. Uma ocupação estressante, emocional ou fisicamente exigente pode esgotar-se energicamente pelo fato de que ele não tem poder para uma vida sexual satisfatória. Os episódios repetidos, quando não conseguem atingir uma ereção associada a uma sensação de fracasso devido à fadiga, podem provocar impotência real.

ObesidadeObesidade em homens está associada a um aumento do nível de hormônios sexuais femininos – estrogênio. Acredita-se que uma alta porcentagem de estrogênio no organismo suprime a produção do hormônio testosterona masculino nos testículos. Além dos problemas hormonais, a obesidade está associada a problemas cardíacos e vasculares, fadiga e, às vezes, também reduz a autoconfiança.

Fumar e produtos de tabaco. Fumar forte reduz os níveis de testosterona em homens saudáveis ​​e provoca um distúrbio do suprimento de sangue ao pênis.

Drogas e drogas. Tomar medicamentos, especialmente pós de pressão arterial e medicamentos similares, especialmente aqueles que são boca seca, podem causar impotência.
anfetaminas, inibidores de oxidação de monoamina, atropina (Parnate), Bantin, narcóticos, barbitúricos, progesterona,, brometo de cortisona propantelina, estrogénio, substâncias psicoactivas, incluindo tricyklidů, guanetidina, imipramina (Tofranil), todos os tipos de sedativos, metildopa (aldomet), tranquilizantes
regulares o uso de drogas, incluindo as chamadas drogas leves, mais cedo ou mais tarde, leva a problemas com a potência.

Depressão Uma pessoa que está deprimida, tem um pequeno apetite, não consegue dormir, não quer pagar quaisquer prazeres, sem sexo e sem interesse geral geral na vida.

Doenças crônicas e graves: por exemplo, diabetes, aterosclerose …

Convalescença após doença.A doença grave enfraquece o corpo. Durante vários meses, quando o corpo recupera energia, o desejo sexual pode desaparecer completamente.

Sentimentos negativos. Qualquer sentimento negativo, como o medo do fracasso, raiva ou ciúme, que perturba o foco do homem no amor e drena a energia sexual, também pode causar impotência.
Pobre consciência sobre sexo. Às vezes acontece que um homem foi criado numa crença errônea da infância de que sexo é pecado e, mais tarde, quando casado, ele pode sentir a culpa inconsciente de sua vida sexual normal.

As más experiências sexuais iniciais podem causar uma perda de autoconfiança e ansiedade, o que pode levar à impotência psicológica.

Tratamento natural:

O melhor tratamento disponível no mercado é o Maca X Power , que é um suplemento composto de ingredientes naturais que auxilia no equilíbrio do organismo e desempenho sexual. Sua fórmula, dividida em dois produtos, tem como base a cafeína (para o dia) e maca peruana (para a noite). Aliados, garantem inúmeros benefícios ao corpo como energia, saciedade, melhora da libido e desempenho sexual, além do controle hormonal e combate a impotência e ejaculação precoce.foi desenvolvida através de estudos comprovados na eficácia da qualidade da vida sexual. A atuação conjunta dos compostos garantem vários benefícios a saúde. Enquanto a Maca Peruana, é considerada por especialistas um “afrodisíaco natural”, que aumenta o desejo pelo sexo, produção dos hormônios, o tempo de ereção e a lubrificação vaginal, a cafeína, é fonte de energia. Melhora a disposição e sua função estimulante intensifica a parte física e mental.Sim. Ambos atuam no processo de desenvolvimento e qualidade sexual. A Maca Peruana têm propriedades estimulantes que exercem contra a impotência e contribui para o crescimento da produção de sêmen. Já a ação antioxidante da cafeína é um revigorante natural na aceleração do organismo e reduz a probabilidade de disfunção erétil e, consequentemente, no aumento do prazer.

Tratamento da disfunção erétil

Um distúrbio de ereção é atualmente considerado uma das doenças da civilização do século XXI. Como pode ser visto nas estatísticas, quase todo homem encontra algum tipo de desordem durante sua vida. Portanto, não há necessidade de pânico. Este método revolucionário retorna a masculinidade. Esta é uma solução econômica. Também evite a injeção indolor. O tratamento é indolor e consiste apenas em tomar regularmente os comprimidos conforme indicação da bula.

Causas da disfunção erétil

As causas da disfunção erétil são diferentes, eles podem se tornar diferentes problemas psicológicos, muitas vezes estresse, excesso de trabalho, fadiga, depressão, exaustão de problemas de saúde mentais e físicos e graves. A grande esperança para os homens é que o tratamento para a disfunção erétil pode ser até 90% altamente bem sucedido. Infelizmente, apenas 10% de todos os homens estão indo ao médico.

O tratamento da disfunção erétil é indicado no momento em que um homem falha em uma das quatro tentativas de relações sexuais por pelo menos meio ano . A base para o tratamento é, antes de tudo, uma mudança em seu estilo de vida e ajuste de medicação que pode causar disfunção erétil. A menos que a condição seja melhorada, as preparações são administradas como parte do tratamento conservador. Estes aumentam o suprimento de sangue para o corpo superior. Outra possibilidade é o tratamento intra cavernoso, que é a injeção da substância ativa diretamente nesses corpos tópicos.

O tratamento da disfunção erétil com uma onda de choque de baixa energia oferece um tratamento suave da disfunção erétil pela aplicação de hormônios específicos. O efeito do tratamento dura 2 anos em média, às vezes mais. O uso de hormônios pode substituir completamente ou em grande medida o uso prévio de drogas para melhorar a ereção.

Pacientes que sofrem de disfunção erétil devem primeiro ser avaliados para verificar a presença de condições físicas e psicológicas subjacentes. Se o tratamento das condições subjacentes não ajudar, medicamentos e dispositivos auxiliares, como bombas, poderão ser prescritos.

Tratamento da disfunção erétil

Ao longo da vida, o organismo masculino é exposto a vários fatores que causam a cicatrização da artéria e o desenvolvimento da aterosclerose.

Então a função do pênis, a incapacidade de intercurso e a inserção do pênis ocorrem na vagina. Os corpos do corpo do corpo não são oxidados e a fibratização dos corpos superiores está presente. Esta é uma reconstrução patológica do tecido elástico. Essas mudanças estruturais representam até 80% das causas dos distúrbios eréteis. O tratamento de hormônios permite cobrir todo o comprimento do pênis tratado.

 

A disfunção erétil é uma parte desagradável da vida de muitos homens, mas você precisa falar sobre isso. Não desista da visita do seu médico. A impotência ou disfunção erétil, que ocorre regularmente por vários meses, requer a visita de um médico. Os exames podem revelar problemas e doenças mais graves, como problemas cardiovasculares ou diabetes.

Impotência – o que é, como se manifesta e qual o melhor tratamento para combatê-la

É um tema “espinhoso” para nós, mas onde enfrentar melhor nossos problemas de ereção como no portal web onde o anonimato é garantido. Por favor, escreva minhas observações sobre a impotência para a discussão no final do artigo.

O que é impotência?

A impotência envolve mais problemas em nossa saúde sexual. Estes são principalmente problemas eréteis – dor de garganta, ejaculação, orgasmo ou sexo com libido. Estes são, na verdade, problemas de saúde dos homens, mais cientificamente denominados como disfunção erétil . Esse termo é mais preciso e menos depreciativo, como a palavra impotência.

Quais são os sintomas da impotência?

Os sintomas mais importantes da impotência são a incapacidade de conseguir uma ereção ou a incapacidade de manter uma ereção no momento apropriado para a relação sexual associada ao próprio orgasmo ou ao parceiro.

A presença de ereções matinais significa um problema psicológico em vez de um problema fisiológico.

Causas possíveis

As causas da impotência são realmente muitas. Se os seus problemas de erecção persistirem por um longo período de tempo (pelo menos 3 meses), por favor visite o seu médico.

As causas da impotência podem ser simplesmente divididas em mentais e físicas . Claro, ambos podem se cruzar. Então, quais são as causas mais comuns de impotência?

Psíquico

  • Psicológica: muitas vezes a causa da impotência como sentimentos de tensão, medo, literalmente, até que o pânico de falha, se é repetido muitas vezes, o organismo pode até cultivar o hábito – bloco, onde um homem inconsciente antes de qualquer contato não podem conseguir uma ereção, enquanto erecções matinais e masturbação ocorre inteiramente sem um problema, ou é sobre uma pessoa em particular – um parceiro com quem uma pessoa com deficiência é incapaz de estabelecer uma relação sexual completa

Físico

  • diabetes mellitus: A impotência é frequentemente o primeiro sinal de diabetes, sofre de quase 50% dos diabéticos mais velhos
  • Outras doenças do sistema nervoso autônomo: síndrome de Shy Drager, vegetativo familial (síndrome Dia Riley) e outros amiloidose
  • doenças cerebrais: tumores cerebrais podem causar hiposexualidade – absoluta falta de interesse em sexo
  • doenças do sistema vascular , como insuficiência arterial, fatores de risco são arteriosclerose vascular, hipertensão ou níveis elevados de lipoproteínas
  • doença da tiróide: ou outras doenças endócrinas (doença de Addison, hipopituitarismo, acromegalia, etc.)
  • priapismo: ereções dolorosas e persistentes (até várias horas) mesmo sem estímulo sexual, as causas podem ser vasculares ou nervosas mesmo completamente desconhecidas – priapismo idiopático
  • medicamentos: pode ser causada diretamente por tratamento com, por exemplo, alguns anticolinérgicos antidepressivos, mas também medicamentos cujos efeitos colaterais podem causar depressão (reserpina, metildopa, propranolol …)
  • lesões como luxação da medula espinhal, com problemas na medula espinhal cervical ou torácica principalmente com disfunção erétil, aqueles com um problema na região lombar (haste) de ereção não chegam a praticamente nenhum lugar
  • Alcoolismo: Alcoolismo também pode causar restrição da função do nervo periférico – Polineuropatia alcoólica induzindo disfunção erétil

Como uma impotência para curar

Para que a impotência se cure ou pelo menos mitigue suas conseqüências, você deve conhecer a causa . A melhor maneira de fazer isso é diagnosticar a impotência que começa com o seu médico e pode continuar com um especialista (urologista), onde é realizado um exame genital abrangente. Em princípio, problemas com impotência podem ser tratados farmacologicamente ou cirurgicamente , e no caso de sintomas leves, suplementos nutricionais também são possíveis.

Farmacologicamente ou cirurgicamente

  • A terapia com testosterona: a terapia de substituição hormonal em pacientes com síndrome aguda, deficiência de testosterona é também utilizado (HRT), que afeta não só a montagem, mas também sobre libido e desempenho, atualmente usam diferentes tipos de drogas – gel, comprimido, injeção
  • terapia de injeção : pacientes foram injetados nos corpos cavernosos introduzidas no vasodilatador pênis ( medicamentos expansão artérias), tais como papaverina, fentolamina e prostaglandina laterais efeitos deste tratamento pode ser priapismo
  • dispositivos de vácuo constrição: o pénis do paciente é colocado sobre o cilindro a partir do qual o ar é excluído e cria uma pressão negativa nos corpos cavernosos do pénis e passivamente extrai o sangue, seguido por erecção do pénis, em seguida, a raiz do pénis está preso e um anel de borracha para impedir o escoamento de sangue a partir da eréctil tecidos
  • implantes penianos: introdução com implantes no pénis é o último recurso no tratamento de disfunção eréctil, porque é um processo irreversível, utilizados vários tipos de prótese eréctil – semi-rígida (pénis é erecção permanente) ou inflável (próprio paciente pode fazer pressionando a válvula localizada no próprio escroto para obter uma erecção e para fechar)
    drogas para ereção: estas são as drogas orais com base no tipo de fosfodiesterase selectiva 5 inibidores, tais como sildenafil (Viagra), vardenafil (Levitra), tadalafil (Cialis) ou avanafil (Spedra), estes medicamentos são utilizados antes do sexo entrar em contato e atuar apenas no caso de estimulação sexual e são apenas com receita médica, sua eficácia é alta – aproximadamente 80%

Suplementos nutricionais

Para sintomas mais fáceis de impotência , ou problemas ocasionais com ereção ou ejaculação precoce, também é apropriado considerar suplementos nutricionais naturais. Estes são definidos como suplementos alimentares – fontes concentradas de nutrientes (minerais e vitaminas) , que podem conter substâncias com um efeito nutricional ou fisiológico (extratos vegetais). A legislação permite que os extratos vegetais sejam encontrados tanto em medicamentos (para a cura) como em suplementos nutricionais (onde eles mantêm a saúde).

Macho Man

O Macho Man promove a libido e o desejo sexual e tem um efeito positivo nos problemas de ereção eficácia de 99%. Ele contém uma combinação de extratos de ervas tradicionais e importantes aminoácidos. Destina-se a todos os homens, independentemente da idade e disponíveis sem receita médica.

Não subestime os primeiros sinais de impotência

Todo dia você chega em casa do trabalho e pode ver as expectativas nos olhos de sua esposa. Hoje, hoje será apaixonado e selvagem. Mas já faz algumas semanas e você ainda tem o problema de atender a essa doce expectativa. O começo parece promissor, mas a cortina cai antes do primeiro ato acontecer. Sim, fala é sobre impotência.

Impotência vs. disfunção erétil
Muitas pessoas consideram esses dois termos iguais, mas não é. A impotência é um problema permanente na obtenção da ereção. Um homem tem o problema de manter uma ereção por muito tempo e essa condição desagradável se repete a longo prazo. A disfunção erétil é uma condição de curto prazo, a maioria é um exemplo de estresse ou transtorno mental momentâneo.

Sintomas de impotência
Embora a impotência pareça algo terrível, pode ser curada . Quando você descobrir os principais sintomas e causas desse problema, você pode começar o tratamento imediatamente. A característica da impotência é uma ereção fraca ou de curta duração com a qual um ato sexual não pode ser completado com sucesso . Ereções e problemas com isso são uma parte comum da vida masculina e cada homem está lutando por eles pelo menos uma vez na vida.

Causas da impotência
Há muitas coisas que afetam negativamente a ereção masculina. Ele pode ter maus hábitos alimentares, tabagismo, consumo excessivo de álcool, estresse, problemas mentais , depressão ou doenças que afetam os vasos sanguíneos. Quando ocorre significativa disfunção do pênis pode-se elencar diferentes causas, que em muitos casos são combinadas de forma diferente. Fatores psicológicos podem incluir: “incerteza de expectativa ” , conflitos conjugais ou conjugais, falta de autoconfiança e alterações de humor devido a estresse, depressão, ansiedade situacional ou generalizada. ”

Como lidar com a impotência?
Se você trabalha em qualquer ponto com o qual tenha algum problema, você pode dar um passo muito importante na luta contra a impotência. O que é mais importante, no entanto, é falar sobre seu problema com sua contraparte.

As mulheres são compreensíveis e certamente não se comportarão de maneira insensível . Se você começar a falar sobre o seu problema diretamente, ficará aliviado porque, graças à compreensão e apoio do seu parceiro, você vai cair no coração. Você também pode contribuir para a potência de sua potência através de comprimidos naturais . Eles são feitos de um extrato de ervas tradicionais, como  Maca, … Eles têm um impacto positivo em problemas com impotência. Apenas usando ervas tradicionais pode resolver problemas muito íntimos.

A chave é cuidar da dieta correta, evitar fumar e álcool, eliminar o estresse , manter o equilíbrio mental e escolher o medicamento certo para resolver problemas de impotência, e este medicamento é o Herus Caps, use e comprove!

Câncer Testicular: Como isso afeta a fertilidade masculina e o desempenho sexual

Um homem que descobre que algo está errado com seus testículos deve ser imediatamente direcionado ao médico. Ele certamente não será o único a desafiar questões não apenas sobre a cura do tumor, mas também sobre a vida sexual futura.

As neoplasias testiculares nos homens formam cerca de 1% de todos os tumores malignos nos homens. Todos os anos, na República Tcheca, cerca de 450 homens, cerca de cem, aproximadamente a cada nove, morrerão, um dos quais morrerá por esta doença . O grupo mais arriscado é o homem entre 15 e 45 anos de idade. A maioria dos pacientes aparece na idade dos 25 – 35 anos, enquanto pacientes com menos de 19 anos foi em 2010 na República Checa apenas dez.

90% de todos os tumores testiculares são atormentados por pessoas brancas, 6,6% são negros e os demais estão entre os outros grupos raciais. As estatísticas colocam o epicentro no norte da Europa (principalmente na Dinamarca), em nosso país o número de casos nos últimos 20 anos mais que dobrou. Desde 1977, a incidência deste tipo de câncer tem aumentado constantemente em nosso país, com flutuações em anos individuais. Felizmente, a mortalidade está diminuindo devido a diagnósticos mais amplos, tratamento mais eficaz e campanhas preventivas.

A causa do câncer testicular maligno é desconhecida, mas os médicos sabem que o risco de irmãos e crianças afetados por pais é 6 vezes maior do que o da outra população. Um importante fator de risco é a criptorquidia (falha testicular no escroto), mas de acordo com o MUDr. Tomáš Büchler. As clínicas de oncologia da Primeira Faculdade de Medicina e do Hospital Thomayer, em Praga, provavelmente não estão relacionadas à exposição dos testículos sem parar a uma temperatura corporal mais alta na cavidade abdominal.

Leia também:

Maca peruana em capsulas

“Nenhuma especulação sobre o impacto das calças apertadas é cientificamente fundamentada. No entanto, quanto mais tarde o tratamento cirúrgico de um testículo inconsistente, maior o risco de desenvolver o tumor. A cirurgia pós-púbere não protege contra o aparecimento do câncer . Se os testículos não sazonais não forem operados, a probabilidade de formação de tumor também é aumentada no testículo. Para 25 por cento dos homens com instabilidade testicular bilateral, o tumor se desenvolve em ambos os lados. O maior risco de câncer testicular também inclui homens com algumas doenças genéticas, como a Síndrome de Down , “acrescenta o médico.

Os tumores testiculares não são doenças transmissíveis (infecciosas). Não pode ser infectado por outra pessoa ou transferido para outra pessoa.

Os homens devem realizar regularmente o auto-exame dos testículos com uma marcha. Se um testículo ou outro sintoma tiver sido descoberto, é necessário consultar um médico – um praticante de boas práticas (“circuncisão”) que examinará você e escreverá uma recomendação para um urologista especializado. Quando o tumor é confirmado, o tratamento adicional é indicado no local de trabalho de oncologia. Existem 21 centros de atendimento oncológico abrangente na República Tcheca cuja lista, junto com informações detalhadas e detalhadas sobre o câncer, pode ser encontrada nas páginas da Sociedade Oncológica Tcheca especializada da Sociedade Médica Tcheca .

Alguns pacientes com câncer testicular têm uma história de lesão anterior, testicular ou outras lesões menores. No entanto, a ligação entre a lesão única e a formação de tumores não foi estabelecida . Mesmo estudos com ciclistas profissionais, motociclistas e jóqueis não encontraram relação entre microtrusões testiculares nesses esportes e o surgimento de tumores.

Sexo no câncer testicular

Posso continuar fazendo sexo durante o tratamento? Sim, se seus parceiros gostarem. Nenhum tipo de tratamento para o próprio câncer testicular resulta em impotência temporária, mas a disfunção erétil pode ser causada por desconforto mental ou distúrbio nervoso responsável pela ereção. A segunda complicação ocorre ocasionalmente durante a operação dos nós da guelra na frente da coluna. “Isso não acontece com frequência, mas as consequências podem ser duradouras”, observa Büchler. O “branco” nas calças não pode ser torturado após a orquiectomia, pois a substituição artificial (prótese testicular) pode ser operativamente implantada no escroto, em vez do testículo removido.

Apesar de toda a ajuda da medicina moderna, é um efeito desfavorável sobre o bem-estar sexual nos fenômenos que acompanham o tratamento do câncer. Problemas com a imagem corporal e a sexualidade podem afetar negativamente os relacionamentos com parceiros e “causar” um declínio na autoconfiança e uma negação do contato íntimo. Os homens também mais do que as mulheres hesitam em visitar um médico, embora possam ter dores ou outros problemas que podem ser os primeiros sinais de câncer.

O motivo é o medo de confirmar um diagnóstico temido e a causa desse medo é a falta de informação e conhecimento. A reação irresponsável é uma tendência a esconder ou deslocar a doença de sua consciência, o que pode levar à negligência do tratamento até que seja tardio na terapia radical.

Fertilidade após câncer testicular

Embora a radioterapia sempre tenha como alvo o testículo doente, enquanto a saúde é externa e protegida, pode ser o resultado tanto da radioterapia quanto da quimioterapia para danos à formação de espermatozóides mesmo em testículos saudáveis ​​e esterilidade (infertilidade) . “No entanto, os problemas de produção de espermatozóides são temporários na maioria dos homens, e mais de 70 por cento deles estão retornando ao seu estado original, o mais tardar, dois anos após o tratamento.

Em nenhum estudo ainda não fez mesmo risco mais elevado (em comparação com a população em geral) defeitos congênitos em crianças assim que os homens tratados “diz Professor Associado Büchler e acrescenta:” Mesmo se a produção de esperma em um testículo saudável não era quimioterapia ou radioterapia preconceito quanto à sua do número, é aconselhável esperar que a criança conceba pelo menos 2 anos depois da terminação do tratamento. parceiro fertilização nada fica no caminho de uma situação onde um homem acabado de se formar a partir de cirurgia (remoção) de um testículo e um testículo é saudável e produz esperma totalmente funcional “.

Vamos acrescentar que os médicos aos homens oferecem criopreservação antes do tratamento por amostragem – coleta de sêmen e preservação para futura fertilização do óvulo e concepção da criança.  Em condições ideais, o esperma pode ser armazenado por até 20 anos. Mediante recomendação do médico assistente e aprovação do médico inspetor da seguradora, este serviço pode ser coberto por seguro de saúde pública.

Impotência Sexual

Esta é uma desordem erétil masculina. Sua manifestação não é apenas uma incapacidade de longo prazo para atingir uma ereção, ou seja, o pênis peniano, mas também uma retenção subseqüente. Atualmente, esta é a desordem sexual mais comum, que ocorre em certa medida em apenas metade dos homens com mais de 45 anos de idade, com exceção dos homens mais jovens.

As causas do distúrbio podem ser mentais, como estresse, fadiga geralmente de curta duração, mas também depressão ou ansiedade que persistem por muito tempo. As causas somáticas surgem de uma doença física, como diabetes , distúrbios endócrinos ou neurológicos. A impotência também pode ser um efeito colateral da medicação, por exemplo, antidepressivos, diuréticos ou medicamentos para pressão alta .

A impotência não afeta o pleno funcionamento do orgasmo e não tem nada a ver com infertilidade ou esterilidade. Também é importante ter em mente que os homens em diferentes faixas etárias estão experimentando ereções em diferentes períodos de tempo, e os homens mais velhos precisam de mais tempo não apenas para se aliviarem, mas também para se regenerarem.

Sintomas

A impotência se manifesta por dificuldades em alcançar ou manter a ereção. A ereção ocorre quando os corpos superiores do pênis se enchem de sangue. Se o sangue não penetrar suficientemente no pénis e com uma pressão óptima, o pénis não é penetrado. A impotência também pode ser uma expressão da doença de Peyronie , que se origina de uma lesão ou de uma inflamação peniana.

Tratamento de impotência

O tratamento depende da causa da impotência. Geralmente, a impotência é tratada pelo tratamento da vida e da medicação. Medicamentos são mais comumente prescritos para liberar fibras musculares lisas para controlar o fluxo de sangue no pênis durante a estimulação sexual. Se o tratamento com medicação não ajudar, a cirurgia também pode ser realizada pela introdução de diferentes tipos de implantes no pênis.

Ervas – ervas e extratos de ervas também podem ser usados ​​para tratamento de suporte. Extratos de Ginseng têm um efeito positivo sobre a psique, estresse moderado e promove o apetite por sexo. Ginkgo biloba também beneficia a circulação sanguínea do pênis. O efeito positivo também pode ser o efeito da psicoterapia.

Leia também:

Macho Man funciona

Super Tribulus

Se problemas de ereção forem causados ​​por estresse ou depressão, a erva de São João ou um alce podem ajudar a reduzir a ansiedade e a ansiedade. É possível usar alecrim contra a exaustão e fadiga. A impotência também pode causar problemas com a pressão alta, ou, em geral, doenças que afetam os vasos sanguíneos. Neste caso, é aconselhável usar, por exemplo, visco para ajudar a manter a pressão arterial no padrão. Baixa pressão arterial também pode ser alcançada pela tintura de cogumelo ou brilho.

NÃO ENCONTROU O QUE PROCURAVA?

O suporte à circulação cardiovascular, por exemplo, tem rodas ou ginkgo , que também ajudam a melhorar o fluxo sangüíneo periférico. A vida é um fator importante que influencia a potência masculina. Recomenda-se excluir álcool, cigarros, refeições gordurosas e salsichas e, ao contrário, aumentar a atividade física.

Drogas – Viagra ou Papaverin estão entre as drogas mais conhecidas para a impotência. Cuidado com a combinação desses medicamentos com outros, pois a combinação incorreta pode levar à morte. Da mesma forma, pacientes com doenças cardiovasculares ou cardiovasculares devem sempre ser consultados sobre o uso desses medicamentos.

Exame de impotência

O exame não se concentra apenas no próprio pênis, mas também é necessário examinar a próstata e determinar o nível de testosterona e prolactina no sangue. O médico deve estar familiarizado com a história geral e o estado psicológico do paciente.

Alguns médicos realizam um exame especial, por exemplo, um teste de fita para revelar se o paciente é capaz de erecção noturna. Se assim for, é a causa da impotência psicótica. Como um exame adicional, é possível comparar a pressão arterial no braço e ao mesmo tempo no pênis para mostrar se o pênis está adequadamente suprido com sangue.

Causas surpreendentes de sua impotência

Se não é como se você estivesse na cama, você pode ser enganado por seu perfume, dentes mal limpos ou amigos de sua namorada. Apresentando as causas da impotência que irão surpreendê-lo.

Remédios anti-calvo

Sua mordida foi severamente descartada e você começou a tomar remédios calvos como parte de seu salvamento? Então é possível que você possa ser atribuído a seus desastres sexuais. Cientistas da Universidade George Washington publicaram os resultados de suas pesquisas em 2012 , citados, por exemplo, pela ABCNews.

Homens que começaram a tomar medicamentos para a calvície participaram dela. E apesar de nenhum deles ter tido qualquer problema com sua vida sexual antes do uso de drogas, a maioria deles apresentava disfunção erétil, queda da libido, problemas de clímax ou dor genital após algum uso de drogas. Este efeito colateral desagradável de drogas para perda de cabelo foi comprovado por outras pesquisas. Se este for o caso, consulte o seu médico para aconselhamento.

Doença gengival

Quando a limpeza de seus dentes apenas para dizer-lhe, e fio dental ou escovas inter dentais considerem luxo desnecessário, então, de acordo com os médicos, você pode não saber que seu pênis diz obediência. Vários estudos mostraram uma ligação entre a doença da gengiva e a disfunção erétil ou a impotência direta. O estudo mais recente é um estudo de maio de maio, cujos resultados foram publicados pela Health USNews. Os cientistas mostraram que os homens que sofrem de doenças da gengiva têm três vezes mais chances de desenvolver disfunção erétil do que aqueles que têm gengivas saudáveis.

É relatado que é a causa da associação entre a inflamação da gengiva e a elasticidade reduzida das células endoteliais que comprimem o interior dos vasos sanguíneos. Foi então que pode levar a distúrbios de ereção, ou até mesmo impotência. Mesmo que pareça ilógico, cuidados cuidadosos com os dentes também se manifestarão na área abaixo da cintura.

Mau perfume

Provavelmente nunca teria ocorrido a você, mas o efeito negativo em sua vida sexual também pode ter um perfume inadequado que seu parceiro usa. De acordo com um estudo, citado no Journal of Enviromen Health em 2009, treze por cento das pessoas experimentam hipersensibilidade aos produtos perfumados. A hipersensibilidade a cosméticos perfumados , mas também a amaciantes ou detergentes, pode ser causada por dor de cabeça, irritação, mas também por problemas sexuais.

Leia também:

Maca x power

Tesão de vaca

Amigos do seu parceiro

Se o seu parceiro é o favorito da sua equipe e você é na maioria das vezes amigo do sexo masculino, você pode se orgulhar dela, mas o seu pênis o faz de maneira um pouco diferente. De acordo com uma pesquisa publicada em 2011, parceiros do sexo masculino de seu parceiro têm um efeito negativo sobre as performances que você está hospedando na porta do quarto.

Descobriu-se que os homens cujos parceiros têm relações muito próximas com seus amigos são cerca de 25% mais expostos a um distúrbio de ereção. Os autores assumem que isso se deve ao estresse que torna esses homens uma possível comparação com outros homens.